A falsa durona

A falsa durona

Justiça Eleitoral é historicamente leniente, mas adora fingir investigar

José Nêumanne

12 de agosto de 2016 | 09h46

Maria Thereza de Assis Moura, do TSE

Maria Thereza de Assis Moura, do TSE

Gilmar Mendes manda Maria Thereza de Assis Moura, do TSE, investigar contas das campanhas de PT, PMDB, PT e PP para investigar fraudes em contas da campanha presidencial de 2014. Em suma, Justiça eleitoral é frouxa, mas finge bancar a durona.

(Comentário no Jornal da Gazeta da quinta-feira 11 de agosto de 2016)

Para ver clique aqui

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.