À espera do Oscar

À espera do Oscar

La La Land concorre ao Oscar com Moonlight, sobre negros como Baldwin, citado em Eu Não Sou Seu Negro

José Nêumanne

24 de fevereiro de 2017 | 17h19

James Baldwin, presente no documentário Eu não sou seu negro

James Baldwin, presente no documentário Eu não sou seu negro

Em janeiro, Moonlight venceu o Globo de Ouro de melhor filme na categoria drama. La La Land ganhou como melhor comédia ou musical. Agora, o confronto é entre eles. Os dois filmes integram a lista de nove indicados para o Oscar, prêmio da Academia, que será atribuído domingo no Dolby Theatre, em Hollywood. O favoritismo é de La La Land, mas Moonlight virou bandeira, e tem força. Está para estrear no Brasil o documentário Eu não sou seu negro, no qual o escritor James Baldwin é figura dominante. Sérgio Augusto escreve sobre ele no Caderno 2 de domingo 26. “Não sei mais quem disse que a primeira palavra que lhe vinha à cabeça ao ouvir o nome de James Baldin era elegante”.

(Comentário no Direto da Moviola no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na sexta-feira 24 de fevereiro de 2017, às 78h54m)

Para ouvir clique no link abaixo e, aberto o site Estação Nêumanne, no ícone play

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.