A escravidão que falta abolir
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A escravidão que falta abolir

Funcionários federais brasileiros ganham em média o dobro do que empresas privadas pagam seus funcionários, segundo revelou estudo do Banco Mundial

José Nêumanne

10 de outubro de 2019 | 13h15

Estudo do Banco Mundial revela distorções salariais de funcionários públicos federais sem cuja correção será impossível Brasil emergir da crise atual das contas públicas. Foto: Reuters

Os servidores federais brasileiros ganham em média 96% (quase o dobro) a mais que trabalhadores do setor privado. Esse privilégio tem aumentado mais recentemente: entre 2008 e 2018 o gasto do governo federal com pessoal ativo cresceu 2,5% por ano, Estes números são apontados pelo estudo intitulado Gestão de Pessoas e Folha de Pagamentos no Setor Público, elaborado pelo Banco Mundial (BIRD) por encomenda do governo brasileiro. O quadro explica a condição de escravidão do pagador de impostos em relação ao Estado e mostra que de pouco adiantarão reformas previdenciária ou tributária se essa injustiça absurda não for corrigida.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da quinta-feira 10 de outubro de 2019

1 – Haisem – No alto da primeira página, o Estadão de hoje destaca que Servidor ganha o dobro do setor privado, aponta Banco Mundial. Que passo precisa ser dado pela elite política nacional para corrigir essa distorção

2 – Carolina – Que ganho o cidadão comum do Brasil obteve com a votação na qual o Senado decidiu ontem aumentar em quatro anos o pagamento de precatórios, à exceção dos alimentícios

3 – Haisem – Que opinião você tem sobre o trem da alegria que deu partida esta semana para vários membros das cúpulas dos três Poderes para irem à Roma acompanhar ao vivo a canonização da freirinha baiana irmã Dulce

4 – Carolina – Estadão também destaca no alto da primeira página que São Paulo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso ganham mais njo novo acordo do pré-sal. Em que essa notícia pode ajudar aos brasileiros de outros Estados

SONORA_MAIA 1010

5 – Haisem – Bolsonaro tenta saída jurídica para deixar PSL, informa hoje o Estadão em chamada de primeira página. O que motiva e que conseqüências pode ter esse rolo entre o presidente e o partido por cuja legenda ele se elegeu

SONORA_BOLSO 1010 PSL

6 – Carolina – Ao lado desta notícia há outra que revela: Mancha de óleo chega à foz do São Francisco. Que observações você faz sobre esse desastre ecológico, que pode ter sido um crime infame

7 – Haisem – O que levou o juiz da Lava Jato no Rio, Marcelo Bretas, a desconsiderar as confissões do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e lhe impor o aumento das penas em 33 anos

8 – Carolina – O ex-governador do Espírito Santo Paulo Hartung tem ou não tem razão ao cobrar que os chefões dos partidos políticos no Brasil se preocupem mais em aproveitar o clima favorável para mudanças que ele vê no momento e menos em preparar a disputa para o pleito de 2022

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: