A censura do SS-TF é ridícula
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A censura do SS-TF é ridícula

PF prestou-se a papel vexatório de vasculhar computadores em que achou "perigosos subversivos", como o cabo PM com inveja do Peru, que fechou STF, e general reformado, que sugere vigia para o nosso

José Nêumanne

17 de abril de 2019 | 16h44

General Paulo Chagas, que não comanda um único praça, é caçado como bruxa subversiva por ter sugerido vigia para SS-TF. Foto: Dida Sampaio/Estadão

É doloroso para qualquer cidadão brasileiro decente saber que a PF, agora sob ordens de Moro, um herói da justiça, está se prestando ao papel de guarda pretoriana dos censores do SS-TF Tofoli e Moraes na caça às bruxas em posts contendo “ameaças” à nobre (no sentido do velho regime de antes da Revolução Francesa) casta dos togados. Um cabo da PM elogiou o Peru, que fechou o Supremo local. O general Paulo Chagas sugeriu a criação de um órgão para fiscalizar o SS-TF. É de um ridículo que  faz frade de pedra corar e valentão de botequim chorar. E oito coleguinhas de Toffoli e Moraes estão de bico calado escondidos sabe-se lá onde. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique 

 

Tendências: