As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A agonia da Venezuela

Maduro fecha a Venezuela para o mundo, impede a entrada de alimentos e remédios para salvar vidas de seus cidadãos e ainda conta com apoio de China, Rússia, Turquia e da esquerda brasileira.

José Nêumanne

23 de fevereiro de 2019 | 18h49

Veículos foram queimados em Santa Elena de Uairén, na Venezuela, em confronto de manifestantes civis com a Guarda Nacional Bolivariana, uma das polícias de Maduro Foto: Pableysa OSTOS / AFP

Ao obstruir a entrada de carretas com alimentos e remédios para salvar a vida dos famintos, humilhados e desesperados venezuelanos, o tirano chavista Nicolás Maduro mostrou ao mundo o fracasso cruel do socialismo dito bolivariano aos compassos de uma salsa que o ditador fez questão de dançar. Ao contrário do que sugerem os governos esquerdistas de México e Uruguai, a única solução para esse impasse surrealista e desumano será convocar eleição presidencial com observadores internacionais, de preferência sem os EUA. Se gostou deste vídeo, por favor, dê um like, inscreva-se no meu canal, clique no sininho para ser avisado quando publicar os próximos e o compartlhe no Twitter e no Facebook. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: