8 a 3: afilhados socorrem Lula no STF

Decisão de maioria absoluta do plenário do Supremo liberando candidatura de Lula, cuja ficha política é ética é diretamente oposta a tudo quanto o maior órgão da Justiça votou emj cinco anos

José Nêumanne

17 de abril de 2021 | 20h54

Dos oito ministros que votaram a favor de Lula no Supremo, cinco – Rosa, Cármen, Lewandowski, Toffoli e Fachin, foram nomeados por presidentes pedtistas, e mostraram gratidão ao padrinho. Foto: Werther Santanna/Estadão

1 – Um recado a #jairbolsonaro: a #amazonia é desmatada por empresários bandidos proibidos de cortar madeira ilegalmente no exterior, como é o caso do #bolsonarista #jassoniocostaleite, maior devastador do #brasil. 2 – Os oito ministros do #stf que resolveram permitir a devolução dos direitos políticos a #lula têm alguma dívida pessoal com ele ou seus aliados e a estão pagando. 3 – Colapso iminente das #utis brasileiros ameaçando a vida de centenas de milhares de cidadãos resulta de proibição da importação de medicamentos, decretada pelo #ministériodasaude no atual desgoverno. 4 – O senador #omaraziz, do PSD do Amazonas, é X 9 do #palaciodoplanalto na presidência da #cpidacovid, e #renancalheiros na relatoria dela tem a confiabilidade de uma nota de 3 reais.#joseneumannepinto. #diretoaoassunto. Inté. E só a verdade salvará nossas vidas.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.