As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Para Aristides, Lava Jato não acabará

Primeiro procurador-geral sob Constituição disse que Lava Jato não acabará e ordem jurídica não admite provas obtidas de forma ilícita, como no caso da Vaza Jato em Nêumanne Entrevista

José Nêumanne

03 de janeiro de 2021 | 21h08

“A Lava Jato não acabará”, disse o primeiro procurador-geral da Repúblilca a ocupar o cargo na vigência da atual Constituição neste vídeo Nêumanne entrevista Aristides Junqueira. No colóquio, ele revelou pela primeira vez em público como ele próprio foi nomeado pelo então presidente Sarney e, depois, reconduzido ao posto máximo da carreira por Collor, o que não o impediu de pedir ao STF que processasse o então presidente por corrupção. O mineiro, que começou atuando no serviço público como procurador do Estado de Goiás, manifestou-se a favor da escolha do PGR pelo presidente em lista tríplice eleita pela corporação, mas adiantou que isso, que já ocorre nas procuradorias estaduais, só deveria ocorrer na federal se a Constituição for alterada. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.