Agatha, vítima da incúria geral
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Agatha, vítima da incúria geral

Políticos que enriquecem com verbas para saúde e segurança públicas e maiorais da Justiça que só pensam em soltar seus padrinhos são culpados pelo sangue derramado da infância inocente

José Nêumanne

24 de setembro de 2019 | 11h29

Corruptos da política apontam para o caixão de Agatha para evitar disparar contra o próprio peito cheio de culpa e cinismo. Foto: Pilar Ollivares/Reuters

Agatha Félix, de 8 anos, é vítima da incúria geral de políticos que usam verbas públicas que deviam ser destinadas à proteção do cidadão pobre para enriquecer ilicitamente e de figurões do Judiciário, como Gilmar Mendes, do STF, que concedem habeas corpus a torto e a direito para privilegiar padrinhos corruptos em nome do garantismo da impunidade. Apontar culpados com dedo em riste para a frente para não disparar no próprio peito em nada resulta de concreto para salvar novos inocentes de balas perdidas ainda não disparadas. Tem muita gente irresponsável tentando lavar as mãos no sangue da inocente do complexo do Alemão.
Assuntos para comentário da terça-feira 24 de setembro de 2019

1 – Haisem – Dá para falar em exploração demagógica da morte da menina Agatha Félix, de oito anos, que levou um tiro de fuzil nas costas quando estava numa Kombi no complexo do Alemão, no Rio

2 – Carolina – É convincente o pronunciamento que, afinal, foi feito pelo governo do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, muito tempo depois da morte da menina, até agora não explicada

03_WITZEL_CONFIO TRABALHO POLICIA

3 – Haisem – Que explicação pode ser dada para o fato constatado pelo Estadão de que os casos das cinco crianças mortas em operações policiais e de bala perdida no Rio até agora não terem levado ninguém para a cadeia

4 – Carolina – O que você achou da argumentação usada pelo procurador-geral da República interino, Alcides Martins, para contestar os apelos de inocência dos personagens dos 51 milhões de reais encontrados em notas no apartamento da família Vieira de Lima na Bahia

5 – Haisem – “Toffoli pauta ação que pode anular casos na Lava Jato”, diz chamada de primeira página no Estadão. Por que você acha que o presidente do Supremo Tribunal Federal tem tanta pressa em julgar esse tipo de casos, enquanto deixa outros, como o de suas decisões monocráticas guardados para serem julgados quando der

6 – Carolina – Você acha que a declaração de amizade da autoridade das Nações Unidas dos Direitos Humanos, Michelle Bachelet, basta para justificar os ataques públicos que ela tem feito à Justiça brasileira

7 – Haisem – Que papel relevante a ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy tem a cumprir na política brasileira voltando à antiga militância de esquerda e adotando o Lula Livre como lema após ter apoiado impeachment de Dilma Rousseff quando se mudou para o MDB

8 – Carolina – O que os dados de acidentes nas rodovias paulistas acabam de revelar sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro de retirar os radares

Tendências: