1 em 4 senadores responde por improbidade

37 senadores que decidirão sobre nova lei da improbidade respondem a ações penais e ou por improbidade – um foi condenado a 2 anos e 8 meses de prisão por peculato, mas a pena estava prescrita

José Nêumanne

21 de junho de 2021 | 17h04

Um quarto dos senadores que apreciarão o projeto aprovado por grande maioria na Câmara garantindo impunidade de políticos corruptos em gestões públicas responde a processos pela lei. Foto: Moreira Mariz/Ãgência Senado

Levantamento do Estadão em tribunais mostra que 21 dos 81 senadores (25,9%) que vão analisar as mudanças na Lei de Improbidade Administrativa respondem a ações por contratos firmados quando eram prefeitos ou governadores. A alteração da lei pode favorecê-los, se se decidir pela retroatividade da mudança, tese apoiada por advogados. Ao todo, 37 senadores respondem a ações penais e ou por improbidade – um foi condenado a 2 anos e 8 meses de prisão por peculato, mas a pena estava prescrita. O levantamento foi feito nos Tribunais de Justiça dos Estados, na Justiça Federal, no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF). Para Bolsonaro, a lei é usada por opositores de políticos do Executivo para enfraquecer as gestões. “Tem prefeito que fica 20 anos respondendo a processo”, disse.

Para ouvir comentário clique aqui  e, em seguida, no play

Assuntos para comentário na segunda-feira 21 de junho de 2021

1 – Haisem – Um em cada quatro senadores é alvo de ação por improbidade – Esta é a manchete de primeira página da edição impressa do Estadão deste 21 de junho de 2021. A que conseqüências funestas essa constatação levou na atividade legislativa recente

2 – Carolina – Para promotor, nova lei facilita corrupção – Este é o título da edição da série semanal Nêumanne Entrevista no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão com o presidente do Instituto Não Aceito Corrupção, Roberto Livianu. Que contribuição o entrevistado traz para o debate político nacional no momento

3 – Haisem – Depois da covid, famílias têm de enfrentar dívidas – Este é o título de chamada no alto da primeira página do jornal desta segunda-feira. A que conclusão você chega após ler essa triste notícia a respeito da atual situação da economia brasileira no bolso do pagador de impostos

4 – Carolina – Rancho Queimado – Uso do kit covid não melhora estatísticas – Este é o título de chamada de primeira página do Estadão de hoje. Por que, em sua opinião, essa constatação em nada altera a pregação negacionista dos bolsonaristas contra as evidências da ciência

5 – Haisem – Que exemplos você viu no noticiário no exterior ontem para demonstrar pela enésima vez o valor que a vacina tem para outros países do mundo que enfrentaram a pandemia da covid 19 mesmo com governos de extrema direita, como Estados Unidos, Israel e agora Hungria de Viktor Orbán

6 – Carolina – O humor irresistível de Tom Cavalcante – Este é o título do programa desta semana da série Dois Dedos de Prosa, com o humorista cearense no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão. O que o astro da televisão traz de revelador a seu público fiel

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.