Um país, dois presidentes – Parte 2

Marcos Guterman

27 de novembro de 2008 | 11h10

O presidente eleito dos EUA, Barack Obama, jura que ainda não tomou posse e que o presidente de fato do país se chama George W. Bush. Mas, na prática, Obama age mesmo como presidente, conforme este blog já abordou abaixo. E, ontem, o democrata deu mais uma prova disso, ao emitir uma nota de repúdio à carnificina terrorista na Índia. O “co-presidente” americano lamentou os mortos, disse que os ataques demonstravam o grave risco do terrorismo no mundo e afirmou que “os EUA devem continuar a fortalecer sua parceria com a Índia e com as nações do mundo para destruir as redes terroristas”.

Dizer o que os EUA “devem” fazer em relação a outros países é delinear política externa.

Enquanto isso, Bush soltou uma nota dizendo que apóia a Índia e está monitorando o problema. Em seguida, foi descansar para o Dia de Ação de Graças.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.