Um crime quase perfeito

Marcos Guterman

24 de agosto de 2009 | 22h59


Jasmine com o marido, suspeito do assassinato

A modelo Jasmine Fiore foi assassinada no final de semana em Anaheim, Califórnia. Ela teve todos os seus dentes arrancados e os dedos decepados – segundo a polícia, foi uma tentativa do assassino de impedir a identificação do corpo.

Mas a tentativa foi inútil. Jasmine foi identificada pelo número de série do implante nos seios.

Foto: Reuters/TMZ

Tendências: