Thilo Sarrazin: ‘A Europa chantageia a Alemanha por causa do Holocausto’

Marcos Guterman

24 de maio de 2012 | 10h00

Thilo Sarrazin é o social-democrata alemão que há um par de anos publicou um livro no qual dizia que os muçulmanos estavam emburrecendo a Alemanha. Agora, em meio à crise europeia, Sarrazin lançou outro livro, chamado “A Europa Não Precisa do Euro”. Segundo ele, a Alemanha só está sendo forçada a resgatar os países da zona do euro por causa do Holocausto.

“É um reflexo alemão considerar que finalmente nos redimiremos do Holocausto e da Segunda Guerra quando pusermos todos os nossos interesses e o nosso dinheiro nas mãos europeias”, escreveu Sarrazin, segundo a Der Spiegel. Para ele, a Alemanha, por causa dos crimes nazistas, tornou-se “refém de países da zona do euro que podem, por qualquer razão no futuro, precisar de socorro”.

O social-democrata foi espinafrado por praticamente todo o espectro político alemão – foi chamado de “oportunista” e de “reacionário”. Os únicos que o aplaudiram foram os herdeiros do nazismo agregados no Partido Nacional Democrata, para quem os alemães sofrem de “complexo de culpa psicopatológico”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.