Ricos buscam novo estilo de vida nos EUA

Marcos Guterman

20 de maio de 2009 | 01h30

A crise, como se sabe, está fazendo muitos endinheirados nos EUA se desfazerem de seus bens para pagar as contas. A novidade, constatada pelo Wall Street Journal, é que alguns ricos decidiram vender tudo também porque consideram ter chegado o momento de mudar seu estilo de vida. “É hora de simplificar”, diz Richard Peacock, que se desfez de um monte de coisas “de que não precisamos mais”.

Peacock, como vários outros ricos, decidiu leiloar seus pertences todos num único dia. Entre as pechinchas que ofereceu estavam sua própria mansão na Flórida, uma centena de troféus de caça (uma cabeça de elefante entre eles), seis carros (entre os quais uma Ferrari 2004), um aviário com animais raros e uma porção de outras bugigangas, como placas de sinalização de trânsito, bombas de combustível antigas e máquinas de fliperama. Não conseguiu vender tudo, mas aplacou a consciência.

“São os problemas financeiros que estão colocando essa gente contra a parede”, explicou Jim Gall, de uma das agências de leilão. “Mas eles também estão dizendo que já chega de comprar e colecionar. É como uma grande purgação.”