Quem é quem na mesa do poder

Marcos Guterman

02 de abril de 2009 | 00h47

A mesa do jantar dos dirigentes do G20, na noite desta quarta-feira em Londres, mostrou um pouco da dança diplomática atual, segundo o jornal The Guardian. Quem ficou perto de Obama pode se considerar “prestigiado”.

Do lado do presidente americano ficaram Angela Merkel (Alemanha) e Lee Myung-bak (Coréia do Sul). O russo Dmitri Medvedev foi colocado cinco cadeiras distante.

Lula sentou-se duas cadeiras à esquerda de Obama, longe para bater-papo com o colega da Casa Branca, mas perto o suficiente para roer-se de inveja ao ver que Cristina Kirchner ficou de frente para o americano, ganhando o privilégio de, sem muito esforço, poder lhe pedir o sal.

O consolo, para Lula, foi ver que Nicolas Sarkozy (França), que ameaçara deixar a cúpula se suas propostas não fossem aceitas, acabou ainda mais distante.

Abaixo, o mapa da mesa do poder, publicado pelo Guardian:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.