Quem é mesmo islamofóbico?

Marcos Guterman

01 de agosto de 2009 | 14h14

Atentados terroristas simultâneos em cinco mesquitas no Iraque mataram 29 muçulmanos que estavam indo para o serviço religioso.

Enquanto os ocidentais são freqüentemente acusados de “islamofobia”, muçulmanos explodem mesquitas e matam muçulmanos às dezenas todos os dias no Iraque e em outros países do mundo, sem que isso seja objeto de preocupação ou crítica dos advogados politicamente corretos da fé islâmica.

Vai entender.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: