Quando a coisa aperta, chamam a Cavalaria

Marcos Guterman

21 de maio de 2012 | 10h00

Uma pesquisa mostra que 52% dos mexicanos querem um aumento da participação dos EUA na guerra ao narcotráfico no país. Isso significa que os mexicanos estão tão cansados da violência e tão descrentes a respeito da competência das forças nacionais contra os traficantes que aceitariam a interferência de uma potência estrangeira em sua soberania, se isso acelerasse o fim do crime organizado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.