Privatização no espaço sideral

Marcos Guterman

01 de fevereiro de 2010 | 10h28

O governo do presidente Barack Obama tem um plano para privatizar as operações da Nasa, a agência espacial dos EUA. A ideia é deixar que as empresas privadas cuidem dos voos espaciais enquanto a agência fica livre para se fixar em objetivos de longo prazo.

A proposta, como observou o Wall Street Journal, abre um novo capítulo da história da conquista espacial. Por outro lado, é mais um sintoma da falta de fôlego do Estado americano para manter gastos e projetos que lhe garantiram a hegemonia global no passado recente.

Tendências: