Pouca inteligência é fator de risco cardíaco

Marcos Guterman

11 Fevereiro 2010 | 00h20

Pessoas com baixo Quociente de Inteligência (QI) estão mais sujeitas a ter problemas cardíacos do que, por exemplo, pessoas com pressão alta ou sedentárias. É o que conclui um estudo do Medical Research Council, na Escócia, citado no blog Well, do New York Times.

Segundo os pesquisadores, o QI reduzido pode ser sintomático de vários problemas na vida cotidiana desde a infância – e isso se reflete em má alimentação e consumo de tabaco e álcool em excesso.

O QI mais alto, por sua vez, não resulta apenas, ou não principalmente, de boas condições financeiras e de educação. Para os pesquisadores, é uma questão orgânica – melhor funcionamento do corpo garante inteligência maior.