Tadinhos

Marcos Guterman

10 de novembro de 2008 | 00h07


Tom Hanks interpreta McCoy: simplicidade da vida

Até os atuais tempos bicudos, a imagem mais conhecida da gente de Wall Street era a de Sherman McCoy, o autoproclamado “Mestre do Universo” do romance “Fogueira das Vaidades”, de Tom Wolfe. O multimilionário executivo da bolsa de valores americana usava uma limusine para andar apenas um quarteirão, entre outras excentricidades próprias de quem ganhava mais bônus do que sua conta bancária podia suportar. Agora, no entanto, Wall Street se prepara para um estilo de vida mais, digamos, franciscano. Os bancos de investimento dos EUA devem demitir 70 mil McCoys no ano que vem. Outros 150 mil já perderam o emprego no mundo todo desde que começou a crise.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.