Os deveres da humanidade

Marcos Guterman

09 de janeiro de 2009 | 00h52

“Nem todos os israelenses são maus. Há alguns que são bons e outros que são maus.”

De Imad Tanani, menina palestina de oito anos, moradora de Gaza, que tem câncer e está sendo tratada por médicos israelenses no Sheba Medical Center, perto de Tel Aviv. O diretor do hospital, Ze’ev Rothstein, disse que “a assistência aos feridos e doentes não deve ter limites” e que o trabalho dos médicos é “salvar vidas e promover a paz” na região. E completou: “Talvez um dia desses nossos líderes também consigam entender isso”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.