Os americanos sabem lidar com perigosos meliantes

Marcos Guterman

13 de outubro de 2009 | 00h00


O menino Zach, em imagem de vídeo: suspeito

O menino americano Zachary Christie tem seis anos. Ele foi alvo de uma sindicância disciplinar na escola do Estado de Delaware em que estuda, a Christina School District, por ter levado para a classe um utensílio de acampamento que se transforma em colher, garfo e faca. Zachary foi suspenso e vai ficar sob observação, porque o código disciplinar da escola, baseado na política de “tolerância zero”, é claro: facas são proibidas.

Nenhum argumento a respeito do “passado” do condenado, se é que é possível falar em “passado” de alguém com seis anos, sensibilizou a direção da escola – mesmo diante das evidências de que, como mostra o New York Times, a política de “tolerância zero” sirva só para estigmatizar estudantes, porque os resultados contra a violência não são significativos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.