Os 20 anos de uma insanidade

Marcos Guterman

14 de fevereiro de 2009 | 20h02

Alguém ainda se lembra da “fatwa” (decreto religioso) do aiatolá Khomeini, há exatos 20 anos, condenando à morte o escritor britânico Salman Rushdie, sob acusação de blasfêmia por causa do livro “Os Versos Satânicos”?

Pois a agência oficial iraniana Irna não só lembrou como informou que ela ainda está valendo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.