Obeso paga mais para voar pela United

Marcos Guterman

16 de abril de 2009 | 01h28

A United Airlines, uma das maiores companhias aéreas dos EUA, decidiu cobrar mais caro dos clientes obesos que compram passagem na classe turística. Por causa das queixas de outros usuários, cada vez mais refratários a se acomodar ao lado de passageiros obesos, a United vai obrigar os gordinhos a comprar dois assentos em vez de um.

Estão na categoria de “obesos” os passageiros que não cabem na poltrona da classe turística e que não conseguem afivelar o cinto de segurança ou baixar o braço lateral da poltrona.

A medida afeta 30% dos adultos e 16% das crianças nos EUA.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.