Obama, o cristão

Marcos Guterman

28 de setembro de 2010 | 21h00

O presidente dos EUA, Barack Obama, é frequentemente confundido com um muçulmano, segundo pesquisas (e por causa do “Hussein” como nome do meio). Parece que isso tem causado desconforto na Casa Branca, razão pela qual Obama decidiu assumir em público que é “cristão por opção”, informou o Huffington Post.

Ele disse que foi levado ao cristianismo já na idade adulta, porque os preceitos de Jesus lhe pareceram adequados para a vida que ele projetava para si mesmo – isto é, ver Deus nos outros e fazer o melhor para ajudá-los. Por isso mesmo, para Obama, estar no serviço público é uma expressão de sua fé cristã.

Tudo o que sabemos sobre:

Barack Obama

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.