O narcotráfico engoliu um país

Marcos Guterman

17 de abril de 2009 | 00h17

O México é um país estável, com mercado em expansão e com estímulos para atrair dinheiro estrangeiro; o Paquistão, por sua vez, conta dezenas de mortos semanalmente em atentados terroristas, convive com instabilidade política e enfrenta a constante ameaça do Taleban e da Al Qaeda. Qual dos dois é mais seguro para os negócios?

O Paquistão.

A conclusão é da Control Risks, consultoria britânica especializada em medir riscos para investidores globais. Segundo ela, o problema do México é a violência brutal da máfia do narcotráfico, que ameaça a própria viabilidade do Estado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.