O formidável mundo da espionagem

Marcos Guterman

24 de fevereiro de 2010 | 17h19

O livro de Mosab Yousef: o Hamas por dentro

O livro de Mosab Yousef: o Hamas por dentro

 

Mosab Hassan Yousef, de 32 anos, é filho do xeque Hassan Yousef, um dos fundadores do grupo islâmico Hamas. Convertido ao cristianismo há dez anos e vivendo na Califórnia, para onde fugiu em 2007, Mosab escreveu um livro no qual conta como colaborou com o Shin Bet, o serviço de inteligência israelense; graças às suas informações, vários atentados suicidas e tentativas de assassinato de líderes de Israel foram evitados, conta o jornal Haaretz.

O codinome de Mosab no Shin Bet é “Príncipe Verde”, alusão à cor do Hamas e ao fato de ele ser o filho de um dos mais importantes militantes do grupo. “Eu queria estar em Gaza agora”, contou ele ao Haaretz. “Eu vestiria um uniforme do Exército e me juntaria às forças especiais de Israel para ajudar a libertar Gilad Shalit (soldado seqüestrado pelo Hamas).”

O Hamas, obviamente, qualificou a informação publicada pelo Haaretz de “propaganda sionista”.

Mais conteúdo sobre:

GazaHamasIsrael