O espectro do imigrante ilegal ronda os EUA

Marcos Guterman

12 de agosto de 2010 | 00h10

Uma pesquisa do Pew Hispanic Center, feita com base em dados do Censo de março de 2009, mostra que 1 em cada 12 crianças nascidas nos EUA em 2008 eram filhas de imigrantes ilegais, relata o Wall Street Journal. Esses imigrantes são apenas 4% do total da população, mas seus filhos nascidos em 2008 nos EUA – e, portanto, cidadãos americanos – somaram 8% do total de nascimentos naquele ano.

Segundo o Pew, a tendência é que esse crescimento seja acelerado nos próximos tempos, porque os imigrantes ilegais são mais jovens e com taxa de fertilidade maior do que a dos americanos.

Tudo o que sabemos sobre:

imigração

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: