O dilema da posse de armas, ao vivo

Marcos Guterman

09 de dezembro de 2009 | 13h44

Em 2005, o Brasil disse “não”, em referendo, a um artigo do Estatuto do Desarmamento que proibia a venda de armas em território nacional. Eu fui um dos que votaram pela proibição.

Continuo achando que fiz a coisa certa, mas, ao ver o vídeo abaixo, balancei. Trata-se da gravação do telefonema ao 911 de uma americana vítima de assalto. No momento em que ela liga, o assaltante ainda não havia entrado na casa, e ela avisa à atendente que tem uma arma e que será obrigada a usá-la se o sujeito entrar e a polícia não vier. A atendente responde que a lei lhe permite essa reação. A vítima insiste, desesperada, que não quer usar a arma, que não quer matar ninguém. Mas mata, porque está sozinha na casa, porque a polícia não veio e porque aparentemente não havia outra coisa a fazer.

É chocante.


Watch CBS News Videos Online

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.