O destempero da senhora Clinton

Marcos Guterman

11 de agosto de 2009 | 23h22

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, se descontrolou ao ser questionada por um estudante no Congo sobre o que pensava seu marido, Bill, a respeito de uma suposta interferência do Banco Mundial no país.

Ela respondeu, enfaticamente: “Meu marido não é secretário de Estado. Eu sou”.

Depois que Bill Clinton arranjou na Coréia do Norte a libertação de duas jornalistas americanas, a troco de sabe-se-lá-o-que, Hillary terá de repetir isso todo dia de manhã para si mesma, antes de ir trabalhar.

[kml_flashembed movie=”http://www.youtube.com/v/JMknKXfbyt8″ width=”445″ height=”364″ wmode=”transparent” /]

Tendências: