O corpo humano é um grande negócio

Marcos Guterman

05 de setembro de 2009 | 00h52

A empresa alemã Tutogen é especializada em obter e vender partes de corpos humanos para transplante e enxerto. Sua especialidade são ossos e tendões, mas ela vende também pele. Os cadáveres “fornecedores” de material bruto vêm geralmente da Ucrânia.

Segundo a Der Spiegel, um corpo desmembrado e devidamente processado pode valer até US$ 250 mil, como dá para ver abaixo. Os principais clientes da Tutogen estão nos hospitais dos EUA – só a demanda por pele humana gira em torno de US$ 1 bilhão por ano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.