O caos no mercado dos EUA agora tem uma boa explicação

Marcos Guterman

23 de abril de 2010 | 00h00

Uma investigação interna na Securities and Exchange Commission (SEC), que fiscaliza o mercado americano, mostrou que funcionários de alto escalão do órgão passavam horas vendo pornografia nos computadores em vez de policiar o sistema financeiro, informou a Associated Press.

Dos 33 casos confirmados, 31 ocorreram em meio à grande crise que quase quebrou o sistema.

Tudo o que sabemos sobre:

pornografiasistema financeiro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.