O Brasil vai mal em ranking de igualdade sexual

Marcos Guterman

28 Outubro 2009 | 12h36

O Brasil pode até eleger sua primeira mulher presidente em 2010, mas está muito longe de ser um modelo de igualdade de condições de trabalho e oportunidades para mulheres e homens. O

Documento

coloca o país em 82º lugar entre 134 analisados. Em 2008, estava em 73º.

Na América do Sul, só estamos mais bem colocados que a Bolívia. Os países nórdicos, claro, dominam os dez primeiros lugares do ranking, mas surpreendentemente dividem espaço com África do Sul (6º) e Lesoto (10º). E entre os mais desiguais a maioria absoluta é de países muçulmanos.