O ataque devastador da Coréia do Norte

Marcos Guterman

18 de junho de 2009 | 22h09


Os norte-coreanos comemoram a classificação: geopolítica do futebol

E a Coréia do Norte está de volta a uma Copa do Mundo. O país mais fechado do planeta jogará na África do Sul, 44 anos depois de sua última participação em Mundiais e em meio a enorme pressão da comunidade internacional por causa de sua agressividade nuclear. Será curioso ver um eventual confronto com a Coréia do Sul e o Japão, também já classificados, ou com os EUA, que ainda disputam uma vaga.

Será interessante saber também como está o futebol norte-coreano, que surpreendeu o mundo na Copa de 1966 ao chegar às oitavas-de-final. Na Inglaterra, a Coréia do Norte eliminou a Itália, ganhando por 1 a 0, naquela que é considerada até hoje a maior zebra da história das Copas.

Abaixo, o trecho de um documentário inglês, de 2002, sobre aquela seleção.

[kml_flashembed movie=”http://www.youtube.com/v/cQvHG0vTzJI” width=”425″ height=”344″ wmode=”transparent” /]

Foto: Associated Press

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.