Mulheres não são notícia

Marcos Guterman

30 de setembro de 2010 | 00h01

Análise sobre mais de 1.300 veículos de comunicação em 108 países (Brasil incluído), feita pelo

, concluiu que, neste ano, os homens foram protagonistas de 76% das notícias publicadas. Houve melhora modesta no destaque dado às mulheres: passou de 17% para 24% em 15 anos (no Brasil, chegou a 35%). No que diz respeito ao poder político, as mulheres foram centrais em apenas 28% das notícias.

A julgar pela imprensa, diz o texto do estudo, “as mulheres são um anexo de uma humanidade masculina”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.