McCain é o saco de pancadas da imprensa

Marcos Guterman

23 de outubro de 2008 | 01h31

Uma pesquisa do Pew Research Center mostrou que 57% da cobertura da imprensa americana relativa à campanha do republicano John McCain à Casa Branca carrega tom negativo, contra 29% do democrata Barack Obama. Foram estudadas 2.412 reportagens de 43 jornais e emissoras de TV nas seis semanas entre as convenções partidárias e o último debate presidencial.

Segundo os autores do estudo, o fenômeno não indica necessariamente uma predisposição da imprensa a favor de Obama. Para eles, a melhor explicação é a agressividade da campanha de McCain, que transformou a corrida eleitoral “num drama no qual McCain agiu e Obama reagiu”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.