Lá vem o outro Bush

Marcos Guterman

07 de fevereiro de 2011 | 22h49

Depois do pai, George Bush, e do irmão mais velho, George W. Bush, chegou a vez de Jeb Bush encarar o sacrifício de se tornar presidente dos EUA. Sua candidatura já está lançada por simpatizantes – como Rich Lowry, da National Review, que vincula a ascensão de Jeb ao movimento para reabilitar o irmão.

Jeb, que se notabilizou por ajudar a fraudar a eleição presidencial na Flórida em 2000, crucial para a vitória de Bush, gosta da ideia de ser presidente, mas fala em se candidatar só em 2016.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.