Então tá

Marcos Guterman

27 de janeiro de 2011 | 15h52

“Eu fui acusado de ter proibido a abertura do arquivo por 50 anos. Aquilo ocorreu no meu último dia (no governo) e alguém colocou um papel para assinar lá. Eu sou contra isso. Temos sim de abrir os arquivos.”

 

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO, ao tentar justificar por que vetou a abertura de arquivos da ditadura quando era presidente, mesmo sendo a favor. É o caso de se perguntar o que mais o presidente-sociólogo assinou sem ler durante seu mandato.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.