E o juiz ainda ajudou a Argentina

Marcos Guterman

01 de abril de 2009 | 18h47

Foi histórico. A Argentina foi humilhada pela seleção boliviana por 6 a 1 em La Paz. E poderia ter sido ainda pior, se o juiz não resolvesse quebrar o galho dos hermanos, terminando o jogo sem dar descontos.

Conforme registrou o Clarín, em seu relato do jogo: “45 minutos: o árbitro tem pena da seleção argentina e apita o fim do jogo. Incrível goleada de 6 a 1”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.