E o Cacareco venceu na Islândia

Marcos Guterman

30 Maio 2010 | 21h07

Aconteceu, enfim: um partido formado só como piada venceu uma eleição. Reeditando o sucesso do rinoceronte Cacareco, “eleito” vereador em São Paulo em 1958, o partido “The Best”, formado em novembro do ano passado, foi o mais votado nas eleições de Reykjavik, a capital da Islândia.

Como se sabe, o país ainda não se recuperou de sua grave crise econômica, o que cria campo fértil para a contestação da política tradicional. “The Best” pegou esse espírito e, à base de uma porção de promessas esdrúxulas, escancarou a fragilidade da democracia.

Agora, os moradores de Reykjavik terão toalhas grátis nas piscinas públicas, uma Disneylândia no aeroporto da cidade e um urso polar no zoológico local, segundo a plataforma do “The Best” – liderado por Jon Gnarr, o principal comediante islandês.

Veja aqui o vídeo de campanha do partido.

Mais conteúdo sobre:

democraciaIslândia