Cuidado com o que você “curte”

Marcos Guterman

08 de abril de 2012 | 10h00

Em julho de 2010, um bando de drogados entrou numa creche de Munique e fez churrasco de dois coelhos que lá viviam, Liselotte e Hoppel. O evento macabro foi tão bem planejado que a turma levou batatas e pimenta para acompanhar o prato. A história, claro, virou hit na internet e desde então tem frequentado as páginas do Facebook. Numa delas, o político Nikolau Hoenning, do Partido Verde, leu e “curtiu”.

Sua imprudência virou o que os jornais alemães estão chamando de “escândalo dos coelhos”: organizações que defendem os direitos dos animais deploraram a atitude de Hoenning, que tinha a intenção de se candidatar à Prefeitura de Munique em 2014, informa a revista Der Spiegel. Ele reconheceu que foi “impertinente”, mas disse que não imaginava que um inocente “curtir” pudesse lhe dar tanta dor de cabeça.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: