Notas sobre a intolerância

Marcos Guterman

22 de dezembro de 2009 | 18h51

A Justiça egípcia condenou a quatro anos de prisão um blogueiro que ousou criticar o islamismo e o governo do país.

Segundo a sentença, o estudante “perturbou a ordem pública”.

Enquanto isso, em Nova York, foi inaugurada uma mesquita muito perto de onde ficava o World Trade Center, o lugar que justamente simboliza do que fanatismo religioso dos radicais islâmicos é capaz.

“Só em Nova York isso é possível”, disse Daisy Kahn, da Sociedade Americana para o Avanço Muçulmano, responsável pela mesquita.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.