China: alvo nuclear da URSS?

Marcos Guterman

14 Maio 2010 | 00h30

A China esteve muito perto de ser alvo de um ataque nuclear soviético em 1969, o que quase atirou o mundo na Terceira Guerra Mundial. O relato é de Liu Chensan, historiador cujo trabalho é chancelado pelo Partido Comunista Chinês, informa o Telegraph.

Segundo Liu, Moscou queria resolver na marra uma questão de fronteiras com o “aventureiro” governo chinês. Avisou os EUA sobre suas intenções e pediu que os americanos ficassem neutros, o que obviamente jamais aconteceria. Washington respondeu dizendo que jogaria bombas atômicas em 130 cidades soviéticas, e a URSS amarelou.

Mais conteúdo sobre:

ChinaGuerra FriaURSS