Chávez está intrigadíssimo com os pobres

Marcos Guterman

05 de março de 2009 | 00h19

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, mandou os especialistas em matemática e estatística do Partido Socialista Unido da Venezuela estudarem a fundo os resultados do referendo de 15 de fevereiro. Apesar de sua vitória na votação, que lhe deu o direito de buscar a reeleição eterna, Chávez ficou intrigado com a quantidade de eleitores pobres que ainda insistem em votar na oposição.

Segundo o jornal El Universal, Chávez disse a seus assessores que é preciso descobrir as causas disso e convencer esses eleitores “com a verdade” de que a “revolução” é deles também.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.