Cardeal português: "Pensem duas vezes antes de casar com um muçulmano"

Marcos Guterman

15 de janeiro de 2009 | 18h23


O cardeal José Policarpo: crise com muçulmanos

O cardeal português José Policarpo, que já foi cotado para ser papa, causou mal-estar na comunidade islâmica do país ao dizer, num evento público, que o contato com os muçulmanos é complicado. “Só é possível dialogar com quem quer dialogar, e com os nossos irmãos muçulmanos o diálogo é muito difícil”, afirmou dom José, conforme registro do jornal Público.

Dom José admitiu que pouco se sabe sobre o islamismo em Portugal: “Somos muito ignorantes. Queremos dialogar com muçulmanos, e não gastamos uma hora da nossa vida a perceber o que é que eles são. Quem é que em Portugal já leu o Alcorão?”.No entanto, o cardeal deu um “conselho” às jovens mulheres portuguesas: “Cautela com os amores, pensem duas vezes em casar com um muçulmano, pensem; pensem muito seriamente. É meter-se num monte de sarilhos, nem Alá sabe onde é que acabam”. “Sarilho” pode ser traduzido como “confusão”.

A reação foi imediata. A Anistia Internacional pediu que o religioso se retratasse. Já a Comunidade Islâmica de Lisboa se disse “

Documento

” com as palavras do cardeal.

Abaixo, é possível ouvir as declarações do cardeal:

Foto: Jose Manuel Ribeiro/Reuters

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.