Bernanke: vítima dos ladrões de identidade

Marcos Guterman

27 de agosto de 2009 | 00h27

Ben Bernanke, o poderoso chefe do Federal Reserve (banco central dos EUA), foi mais uma das centenas de vítimas de uma sofisticada quadrilha de ladrões de identidade, mostra a Newsweek.

Em agosto do ano passado, sua mulher tomava café numa lanchonete de Washington quando teve a bolsa surrupiada. Dentro, havia um talão de cheques da conta conjunta dos Bernanke, contendo os dados pessoais de ambos. Foi o suficiente para uma imensa dor de cabeça para Bernanke, já ocupado o bastante com o desastre da economia americana. O caso foi mantido em sigilo pela polícia – que chegou ao chefe do bando, chamado, convenientemente, de “Big Head”.

Tendências: