Angela Merkel manda recado aos muçulmanos

Marcos Guterman

07 de outubro de 2010 | 10h00

A chanceler (premiê) da Alemanha, Angela Merkel, foi bastante clara sobre como os 4 milhões de muçulmanos do país devem se comportar para se integrar à sociedade. Segundo ela, basta que “os valores do islã correspondam aos da Constituição” alemã. “O que se aplica aqui é a Constituição, e não a sharia”, referindo-se às leis islâmicas.

Merkel ainda enfatizou que a cultura alemã “é baseada em valores cristãos e judaicos, e tem sido assim há centenas de anos, para não dizer milhares”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.