Alhos, bugalhos e maconha nas eleições de Israel

Marcos Guterman

06 de fevereiro de 2009 | 00h34

O que os sobreviventes do Holocausto têm a ver com a maconha? Tudo, segundo o partido The Holocaust Survivors & Grown-Up Green Leaf, que disputa a eleição em Israel pela primeira vez.

Sua plataforma mistura a defesa de melhores condições de vida em Israel para os sobreviventes do Holocausto com a idéia de que fumar maconha precisa deixar de ser crime. De quebra, o movimento quer o fim das leis israelenses de casamento. “Como resultado, um homem judeu será autorizado a casar com um homem cristão (hoje, ele não pode casar nem com uma mulher cristã)”, diz o site do partido.

Abaixo, o clipe da campanha eleitoral do novo movimento:

[kml_flashembed movie=”http://www.youtube.com/v/qFoimWJTroQ” width=”425″ height=”344″ wmode=”transparent” /]

Dica do blog de Lisa Goldman.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.