Afeganistão: pior do que o Vietnã?

Marcos Guterman

03 de fevereiro de 2009 | 01h41

O almirante Mike Mullen, chefe do Estado Maior das Forças Armadas dos EUA, disse que é preciso cautela na hora de fazer comparações entre o atual conflito no Afeganistão e a Guerra do Vietnã. “O Afeganistão é muito mais complexo”, afirmou Mullen, conforme registro da Associated Press.

Ele mesmo um veterano do Vietnã, o almirante salientou que, diferentemente do conflito dos anos 60/70, o caso afegão não pressupõe ocupação e tem como foco o terrorismo.

Com Obama, o número de soldados americanos no Afeganistão deve dobrar dos atuais 32 mil para 60 mil, sem data para retirada. Documentos obtidos pela CNN mostram que os ataques do Taleban e da Al Qaeda no país cresceram 31% no ano passado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.