A dura vida de um aposentado

Marcos Guterman

07 de outubro de 2010 | 00h30

Os ricos também se preocupam, e muito, com a aposentadoria. A conclusão está em estudo do Banco Barclays sobre seus clientes com mais de US$ 1,5 milhão em investimentos. Segundo a pesquisa, noticiada pela Newsweek, 48% desses endinheirados apresentam alto grau de ansiedade sobre sua real condição financeira para encarar com segurança esse momento da vida.

Além disso, 10% dos que têm mais de US$ 15 milhões em investimentos acreditam não ter dinheiro suficiente para se aposentar. Entre os que já se aposentaram, só metade se sente “totalmente confiante” sobre sua conta bancária.

“Ricos têm muito a perder”, explicou Matt Brady, executivo do Barclays. “É compreensível que eles sejam ansiosos.”

O nível de ansiedade, porém, é menor nos chamados “mercados emergentes”, em que, segundo os clientes entrevistados, o retorno do investimento é bastante previsível, diferentemente da percepção na Europa, no Japão e, principalmente, nos EUA.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.