Nota de Pesar

Carolina de Paula

26 de outubro de 2019 | 16h12

O Legis-Ativo expressa com tristeza o falecimento do cientista político Wanderley Guilherme dos Santos na madrugada do dia 26 de outubro, na cidade do Rio de Janeiro. Professor Titular aposentado da UFRJ e pesquisador sênior do IESP- UERJ, Wanderley foi um pioneiro da pesquisa e pós-graduação em Ciência Política no Brasil. Em sua trajetória profissional, Wanderley teve um impacto enorme na formação de gerações de estudantes e pesquisadores e, ainda hoje, se mantém como um referencial central para a área. Autor de uma extensa obra acadêmica, tinha na sua excepcional capacidade argumentativa um dos traços mais distintivos. Em 1962, com apenas 29 anos, previu o golpe que derrubaria João Goulart no livro “Quem dará o golpe no Brasil?”. Também foi pioneiro na organização e divulgação de dados eleitorais (da eleição de 1945 até 2006) no âmbito do “Laboratório de Estudos Experimentais”, agora abrigados no “Núcleo de Estudos Sobre o Congresso”, do IESP. Wanderley não se furtava a falar, sempre de modo muito apaixonado, sobre a conjuntura política e social do país. Mestre ousado e combativo, deixa para nós a inspiração da relevância da Ciência Política no debate público. Nossos sentimentos à toda família, em especial ao colega Fabiano Santos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: